Newsletter
Ciência e Cultura - Agência de notícias da Bahia
RSS Facebook Twitter Flickr

Entrevistas

Página 2 de 151234510...Última »
CÉLULAS-TRONCO Bruno Solano

Bruno Solano, 32, coordenador do Centro de Biotecnologia e Terapia Celular do Hospital São Rafael e pesquisador em Saúde Pública no Instituto Gonçalo Moniz (Fiocruz-BA), revela os avanços das pesquisas com células-tronco realizadas na Bahia nos últimos quinze anos. O jovem médico desenvolve pesquisas para o tratamento da doença de Chagas e Zika, além de experiência em microscopia confocal, cultura de células-tronco mesenquimais, cultura de células neurais, iPSC, desenvolvimento de estudos pré-clínicos em modelos experimentais e participação em estudos clínicos nas áreas de terapia celular e medicina regenerativa. O Centro de Terapia Celular, fundado há sete anos, hoje desenvolve 21 projetos de pesquisa, que vão desde estudos clínicos ao teste de terapia em pacientes. Confira a entrevista realizada pela repórter da Agência de Notícias em CT&I - Ciência e Cultura UFBA, Marcela Vilar

TECNOLOGIA Matheus Moraes

Com apenas 11 anos de idade, Matheus Barbosa Moraes ou “Teteus Bionic” (como é conhecido pelo seu canal no Youtube), já é professor, palestrante e programador de jogos. Estudante de escola pública, em São Paulo, aprendeu a programar com apostilas da internet e pelo incentivo do pai, programador há mais de 20 anos. Desde os oito anos dá aulas de programação para crianças numa ONG em Mauá, sua cidade. Aos sete, criou seu primeiro jogo e aos nove um projeto de satélite artificial. No último dia 11 de agosto, participou da terceira Campus Party como palestrante do seu tema preferido: astronomia

LITERATURA André Betonnasi

“2017 será o ano das histórias em quadrinhos no Brasil”, é o que muitos estão dizendo baseado em dois acontecimentos que marcaram o cenário de HQs neste ano. O primeiro será a 10ª edição do Festival Internacional de Quadrinhos (FIQ), o mais importante evento do gênero da América Latina. O segundo é a inclusão da categoria História em Quadrinhos no prêmio Jabuti, principal prêmio literário do país. Tal inclusão aconteceu através de mobilização nas redes sociais e um abaixo assinado online que contou com mais de duas mil assinaturas. Tendo em vista esse crescente interesse pelas histórias em quadrinhos, a Agência de Notícias conversou com André Betonnasi, professor da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) e pesquisador na área de Comunicação e Cultura, com ênfase nos aspectos narrativos das histórias em quadrinhos. Atualmente coordenador do curso de Design da UNEB, ele foi um dos fundadores da revista Tudo com Farinha e coordenou o Z! - Laboratório de Quadrinhos e Ilustrações da UNEB de 2009 a 2016. É doutor e mestre em Comunicação e Cultura Contemporânea pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e graduado em Desenho Industrial - Programação Visual pela Uneb.

ZIKA VÍRUS Darci Neves dos Santos

Darci Neves é doutora em Epidemiologia Psiquiátrica e especialista em Saúde Pública. Atualmente, ela coordena um estudo em andamento sobre os efeitos das alterações neurológicas congênitas ligadas ao Zika vírus no desenvolvimento infantil. A pesquisa, realizada em Salvador, além de avaliar a cognição, linguagem e motricidade das crianças com complicações causadas pela zika, também busca investigar o impacto dessa alteração para a família e propor intervenções que auxiliem no desenvolvimento infantil. “Essa epidemia colocou à vista a questão das alterações neurológicas congênitas, que não estavam sendo pensadas na atenção básica”, denuncia a pesquisadora. Na entrevista a seguir, ela conta detalhes sobre o projeto e explica como irá executá-lo

TECNOLOGIA Ângela Batista Reis

Segundo dados do Censo da Educação Superior de 2012, mulheres representam apenas 15% dos estudantes das áreas de Tecnologia da Informação (TI). Além disso, a presença feminina também é muito baixa no mercado de trabalho. No Brasil, as funcionárias representam apenas 1/4 das 520 mil pessoas que atuam no setor, segundo o último levantamento do IBGE, realizado em 2010

EDUCAÇÃO E GÊNERO Francisco Andrade

O biólogo, terapeuta ocupacional, mestre em Ensino, Filosofia e História das Ciências, e doutorando em Estudos Interdisciplinares sobre Gênero, Mulheres e Feminismo, Francisco Andrade, lançará no dia 08 de fevereiro seu livro Biologia e Gênero na Escola: Um diálogo ainda marcado por reducionismo, determinismo e sexismo. Publicação essa que é muito bem vinda e oportuna, pois traz uma discussão bastante pertinente para a atualidade, o ensino de gênero nas escolas. Mais precisamente, no ensino de Genética e Biologia em escolas de Ensino Médio da rede pública. A Agência de Notícias conversou com ele sobre seu livro e sobre outras questões relativas à temática, e que estão fervilhando na política atual e nas rodas de discussão

NEGROS NA CIÊNCIA Katemari Rosa

A Agência de Notícias conversou com Katemari Diogo da Rosa, ou simplesmente Katemari Rosa. Uma mulher, negra e física que, aos 8 anos, sonhava em ser astrônoma. Certamente, em sua adolescência vivenciada no planetário e no observatório de sua cidade, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, não imaginava que chegaria a inspirar pessoas com seu trabalho na ciência. Nem que se tornaria mestra em Ensino, Filosofia e História das Ciências, e mestra e doutora em Science Education, a fim de contribuir na formação de outros educadores. Hoje, como professora da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), está à frente do projeto "Contando nossa história: negras e negros nas ciências, tecnologias e engenharias no Brasil", que pretende resgatar a história de cientistas negros brasileiros, algo que não dispomos, ainda, no país. Confiram o que a pesquisadora tem a dizer sobre gênero, ciência e questões raciais

ABORTO Petilda Vazques

Mulheres de todas idades e classes sociais abortam. Mas a diferença relevante é que mulheres ricas conseguem ter um acompanhamento médico, já mulheres pobres arriscam suas vidas e se transformam em índices. A repórter Natácia Guimarães, da Agência de Notícias em CT&I – Ciência e Cultura, conversou com a professora Petilda Vazques do NEIM - UFBA que nos esclarece alguns dos aspectos gerais do aborto e o que isso implica nosdireitos das mulheres no Brasil

AGROTÓXICO Paulo Augusto da Costa Pinto

Paulo Augusto da Costa Pinto é engenheiro Agrônomo, especialista em Solos e Nutrição de Plantas e Gestão de Resíduos Orgânicos e professor da Universidade Estadual da Bahia. Para ele, o uso do agrotóxico se popularizou devido a Segunda Guerra Mundial, servindo até como arma para alguns países, como o “Agente Laranja”. Em entrevista, o engenheiro defende a agricultura orgânica como alternativa que poderia substituir o uso dos agrotóxicos. Confira abaixo a entrevista realizada por Rafaela Souza e Victor Fonseca

PESQUISA Regina Gomes

Cinéfila de carteirinha, a professora Regina Gomes da Faculdade de Comunicação da UFBA é uma estudiosa dos Estudos de Crítica (Cinema e TV) e Recepção. Segundo a pesquisadora, os estudos sobre cinema estão sendo realizados em diversas instituições e com uma produção de qualidade no nordeste do país

Página 2 de 151234510...Última »