Newsletter
Ciência e Cultura - Agência de notícias da Bahia
RSS Facebook Twitter Flickr

Busca: Gênero

Curso de introdução ao pensamento de Judith Butler

O curso será ministrado durante cinco tardes e inicia na próxima quinta-feira, dia 23, às 14h, no auditório B do Pavilhão de Aulas 5, campus de Ondina da UFBA

EDUCAÇÃO E GÊNERO Francisco Andrade

O biólogo, terapeuta ocupacional, mestre em Ensino, Filosofia e História das Ciências, e doutorando em Estudos Interdisciplinares sobre Gênero, Mulheres e Feminismo, Francisco Andrade, lançará no dia 08 de fevereiro seu livro Biologia e Gênero na Escola: Um diálogo ainda marcado por reducionismo, determinismo e sexismo. Publicação essa que é muito bem vinda e oportuna, pois traz uma discussão bastante pertinente para a atualidade, o ensino de gênero nas escolas. Mais precisamente, no ensino de Genética e Biologia em escolas de Ensino Médio da rede pública. A Agência de Notícias conversou com ele sobre seu livro e sobre outras questões relativas à temática, e que estão fervilhando na política atual e nas rodas de discussão

NEGROS NA CIÊNCIA Katemari Rosa

A Agência de Notícias conversou com Katemari Diogo da Rosa, ou simplesmente Katemari Rosa. Uma mulher, negra e física que, aos 8 anos, sonhava em ser astrônoma. Certamente, em sua adolescência vivenciada no planetário e no observatório de sua cidade, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, não imaginava que chegaria a inspirar pessoas com seu trabalho na ciência. Nem que se tornaria mestra em Ensino, Filosofia e História das Ciências, e mestra e doutora em Science Education, a fim de contribuir na formação de outros educadores. Hoje, como professora da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), está à frente do projeto "Contando nossa história: negras e negros nas ciências, tecnologias e engenharias no Brasil", que pretende resgatar a história de cientistas negros brasileiros, algo que não dispomos, ainda, no país. Confiram o que a pesquisadora tem a dizer sobre gênero, ciência e questões raciais

RECONHECIMENTO Prêmio destaca o papel da mulher na Ciência

A parceria entre FAPESB, SECTI e SPM premiará seis pesquisadoras na Bahia

GÊNERO E POLÍTICA Salete Maria da Silva

Autora do recente o livro A carta que elas escreveram, baseado em sua tese de doutorado, professora Salete Maria da Silva, pesquisadora do Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre a Mulher (NEIM-UFBA), falou com exclusividade à repórter Rebeca Almeida da Agência de Notícias em CT&I – Ciência e Cultura sobre o atual cenário político brasileiro e a participação das mulheres pouco tempo depois dos resultados das eleições municipais de 2016 e no período em que a Constituição Federal de 1988 completa 25 anos. Data considerada como de grande importância e na qual a luta feminina se fez muito presente apesar de pouco reconhecida

PESQUISA Invisibilidade do emprego doméstico na produção intelectual

O silêncio sobre o trabalho doméstico nas produções intelectuais foi tema de um dos debates do II Seminário Regional do Emprego Doméstico. A discussão também teve reflexões acerca do racismo institucional, da carência de questões de gênero e etnia nos currículos escolares e nas produções acadêmicas

GÊNERO Clebemilton Nascimento

Clebemilton Nascimento é graduado em Letras com Inglês. Atraído por uma necessidade de estudar questões relacionadas a gênero, e se sentindo preso ao ambiente restrito imposto por Letras, para a discussão desses interesses, resolveu se refugiar no NEIM (Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre a Mulher da UFBA). Lá encontrou o espaço que precisava para tratar com mais liberdade sobre um tema que lhe agrada, a mulher. Especializou-se em Metodologia e Prática de Ensino em Gênero, lecionou em algumas disciplinas, e também se tornou mestre em Estudos Interdisciplinares sobre Mulheres, Gênero e Feminismo com a pesquisa Entrelaçando corpos e letras: representações de gênero no pagode baiano. Dissertação que em 2012 foi publicada pela EDUFBA com o título Pagodes baianos: entrelaçando sons, corpos e letras. E é nesse ambiente de interseção entre gênero e musicalidade que ele fala sobre o pagode baiano.

SEXUALIDADE Teoria Queer, uma nova forma de pensar o corpo e o mundo

Essa linha de pensamento põe em questão os saberes sobre sexualidade e gênero hegemônicos e inquirem os sujeitos a repensarem tanto seus corpos quanto suas subjetividades.

GÊNERO Laila Rosa

Laila Rosa, Prof. Dra em Etnomusicologia (UFBA/New York University) integra o Núcleo de Estudos Interdisciplinares Sobre a Mulher (NEIM/UFBA), que realizará entre os dias 14 e 16 de maio o XVII Simpósio Sobre Mulheres e Relações de Gênero. Nesta entrevista ela ressalta a importância de se discutir sobre as questões de gênero, sexismo, racismo e lesbo-homofobia, além da relação dos mesmos com as matrizes de desigualdades que convivem no espaço social urbano. Relaciona ainda as questões mencionadas ao cenário musical baiano.

NEIM realiza simpósio sobre mulheres e relações de gênero

Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre a Mulher (NEIM/UFBA) promoverá o II Seminário Internacional e o XVII Simpósio Baiano de Pesquisadoras (e pesquisadores) sobre Mulheres e Relações de Gênero trazendo como temática “Os estudos feministas e de gênero e as matrizes da desigualdade: sexismo, racismo e lesbo-homofobia”.